18 de jan de 2015

Jéssica Doni

Eu gosto de gente simples, sabe? Eu gosto de gente que não tem vergonha de rir andando sozinho se lembrou de algo engraçado, mesmo que o achem maluco. Eu gosto de gente verdadeira, que não forjam sentimentos, que transbordam. Que sentem ciumes, que emburram, e que desfaz o bico se recebe um dengo. Eu gosto de gente que ri de si mesmo quando fala alguma coisa incrivelmente errada. Eu gosto de gente simples, que se dispersa vendo onde aquela formiguinha vai carregando seu grão. De gente que tropeça e sai correndo, fingindo que estava brincando. Gosto de gente meio estranha, que olha dos dois lados pra atravessar a rua, mesmo sabendo que ela é de uma mão só. Eu gosto de gente natural, de cabelo bagunçado, de cara de sono, de sorriso largo, de coração grande. Eu gosto de gente.

Você é gente?

Nao sei como explicar a perfeição. Ela ta estanpada em momentos e não na cara daquela guria rebocada de maquiagem. Na verdade eh difícil explicar a maneira que isso eh procurado. As pessoas se limitam a deixar uma mesma imagem no mundo. Eh como se fosse a mesma resposta para diferentes perguntas. Deixam de lado a personalidade cheia de graça, e segue a fila do que os outros vao pensar. Eles se sustentam disso. E no fim eh so uma imagem, que todos querem ter, mas que depois de um tempo cansa. Cansa a paciência e cansa a gente.

Eu vi, tudo aconteceu!

High End Hippie | via Tumblr
Eu vi um intruso e pensei se nao era um erro de busca. Na verdade pensei em alguém que resolveu largar de vez. E seguir. Com a vida que ela tinha e separando um pouco de mim como ninguem. Ou foi assim que deu a entender. Foi fria.
Na verdade eu ja sinti como esse ser me fez sintir depois. Amizade nao tem nada a ver com desprezo, mesmo que seja desfarçado.
E agora eu entendo como foi melhor do jeito que se resolveu. Do jeito como eu recomeçei, e ela seguiu. Eu vou mudar. E substituir lugares que estavam ali que so começaram a se encaixar quando tudo essa história acabou.
E já era. Já é!

Tire essa vontade de não viver o que é seu

Eh incrível como ainda existem tantas pessoas que dormem sem sonhar.
Mas também e incrível como outras sonham sem precisar dormir... O que eu quero dizer eh que algumas pessoas escolhem o mundo que eh melhor para se viver: temos ai duas opções a realidade e a dos sonhos. O mundo dos sonhos eh uma brecha que permanece sempre ali, dando um convite meio que sem querer. A gente passa por aquela porta, sem nenhuma dificuldade, você foi feito para aquele lugar. Magia, fantasia, cabia tudo naquele pedacinho de terra. Era realmente o lugar dos sonhos, o verdadeiro mundo encantado. Mas vou contar um segredo: não eh bom se mudar de vez pra la, porque depois você acaba se acostumando com esse mundo, e ele perde o encanto. E ai não existe mais brecha. Não existe mais nada. Existe uma opção. Voltar para o mundo real.
Aquele que você quis sair.